Gatos, para quê os queremos?

Por Gabriela Gomes Ribeiro

O campus da Unifor está repleto deles. Por onde se anda, encontra-se diversos animais, mas a maioria são gatos. A opinião sobre eles e o relacionamento varia entre os alunos e os trabalhadores da Universidade.
O dono da Livraria Livro Técnico, Gabriel, é apontado como “o homem dos gatos” pelo funcionário Eric Martins de Moura. O vendedor Reginaldo Barbosa, antes de dar sua opinião sobre os gatos, indicou o seu Gabriel como possível entrevistado.
Para o vendedor de livros, os gatos fazem parte do ambiente da Universidade. Ele disse que alimenta apenas os filhotes, pois eles não têm habilidade para caçar. Com relação, aos gatos adultos, ele disse que não dá comida, pois interromperia o ciclo natural da vida. Para seu Gabriel, o normal é que os gatos cacem sua própria comida no campus. No entanto, os funcionários entrevistados apontaram o livreiro como o cuidador dos gatos, alegando que ele dá ração e água para todos.
É comum, também, encontrar gatos dentro da livraria. Seu Gabriel disse que eles entram e saem o dia inteiro, mas não permitiu que fosse tirada uma foto de um prato de ração guardado embaixo da escada.
Durante a entrevista, ele estava segurando um filhote de gato. De acordo com o livreiro, ele estava guardando o animal para uma aluna que o iria adotar. Seu Gabriel disse que essa é uma prática comum entre os alunos e que eles convivem bem com os animais.

Enquete

O que você acha dos gatos na Universidade?

Reginaldo Barbosa, pipoqueiro – Eu acho normal. Tem gente que gosta e que não gosta, mas é um animal que precisa de cuidados.

Talita Vasconcelos, estudante – De uma certa forma, ajuda a prevenir o aparecimento de outros bichos, como ratos, mas por ter gatos demais, acaba atrapalhando quando a gente vai lanchar, pois eles ficam do lado e transmitem muitas doenças.

Eric Martins Moura, funcionário – Eu não acho legal, porque tem muitos gatos e fica meio sujo. A gente fica a toda hora limpando e eles sujando.

Indira Macena, aluna – Os gatos não incomodam muito. Eu acho até curioso porque eu vim de uma Universidade na Bahia e lá também tinha. Acho que é algo comum a todos os campus. Na verdade, as emas me incomodam mais.

Bruno Freitas, aluno – A convivência com os gatos na Unifor não incomodaria se existisse um cuidado com os animais. A partir do momento em que eles não transmitem doenças e são amparados por veterinários, eles não incomodariam.

Anúncios
Esse post foi publicado em Gentileza, Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Gatos, para quê os queremos?

  1. Sempre fui na Unifor para palestras e visitar exposições de arte. E SEMPRE achei normal essa interação de animais, flora e pessoas. Agora que estou estudando na própria universidade estou realmente gostando disso. No final das contas temos de ter respeito e cuidado… com a natureza e com as pessoas, pois tem umas que atacam, mordem, etc rsrs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s