Animais silvestres circulam livres na Unifor

Por Karol Pinto

A Universidade de Fortaleza está instalada em um campus de 720 mil metros quadrados, em meio a um parque preservado não somente pelos dirigentes, mas também pelos alunos.

Em meio aos mais de oito mil alunos que transitam nas dependências da universidade, alguns animais silvestres circulam livremente sem precauções e restrinções à estes curiosos bichos.

Entre pavões, , gatos, macacos, pombos e patos, existem as emas. A ema é uma ave da América do Sul considerada a maior ave brasileira. Embora tenha grandes asas, a ema não voa, ela usa suas asas para se equilibrar e para mudar de posição. Alimenta-se de insetos, roedores, répteis, capim e sementes, e bebe pouca água.

O fato destes animais passearem entre os estudantes, causa um pouco de constrangimento e medo entres as pessoas que são obrigadas a conviver com esta situação.

O estudande do sétimo semestre do curso de Publicidade e Propaganda, Bruno Facundes, disse que não ver nada de errado em ter as emas como “companheiras” nos momentos de lazer oferecidos nos intervalos das aulas. “Eu não vejo nenhum problema delas andarem entre a gente, só não acho certo o modo como os estudantes se relacionam com esses bichos. Muitas vezes eles oferecem alimentos que não fazem bem para eles, assim causando algum problema para os animais”, afirmou.

O fato dos animais conviverem com os seres humanos não é um problema, mas sim, até que ponto estes animais invadem o ambiente humano, e quando as pessoas invadem o espaço reservado à estes bichos. Se a natureza se defende do homem, então como fazer a convivência passífica entre os bichos e as pessoas? Será que forçar essa convivência não pode trazer malefícios para os dois lados?

Para o estudande Vitor Gomes, as emas “devereiam ter um lugar só para elas”. O aluno foi picado pela ave quando passava próximo a uma. Segundo ele, os bichos podem “transmitir doenças para os alunos”.

Se é bom para a preservação das espécies essa convivência, fica a pergunta: Até que ponto estes bichos podem ameaçar a vida dos alunos dentro da Unifor? Esta é uma pergunta que apenas os dirigentes da Universidade podem nos responder.

Veja mais fotos aqui!

Anúncios
Esse post foi publicado em Gentileza, Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s